Início » Blog » Conheça os modelos de carta de demissão

Conheça os modelos de carta de demissão

O momento de pedir demissão sempre assombra o sentimento de quem passa por essa situação. É um misto de sensações. Para alguns é libertação, para outros é o medo de decepcionar e há quem também fique apreensivo com as novidades do futuro. E, dentro desse combo, surge a escrita da carta de demissão.

Recolhendo suas coisas após receber uma carta de demissão

Olhando assim parece que é algo muito complexo, né? Mas este artigo vai te ajudar a desconstruir esse pensamento e irá te orientar da melhor forma! Confira, abaixo, tudo sobre esse documento e os modelos de carta de demissão. 

Para que serve

 A carta de demissão é um documento que é entregue pela pessoa empregada que informa para a empresa o pedido de desligamento dela. Independente do motivo, até mesmo se for pela troca de trabalho.

Porém, é aconselhado que, antes que a carta seja entregue, oficializando o pedido, é importante que o chefe direto seja comunicado. Esse cuidado pode oferecer vários benefícios, tanto para o empregado, como para a empresa. 

Lembrando que o pedido para rescindir o contrato sempre deve ser aceito pela empresa. A não ser que seja uma contraproposta, mudando o cenário sobre o posicionamento contrário da instituição. Mas, em nenhum momento, o profissional deve ser coagido. 

Como deve ser feita

Um dos pontos principais que é preciso saber para fazer uma carta de demissão, é o fato de que ela precisa ser escrita de próprio punho. Essa exigência existe para que confirme que o empregado está fazendo o pedido por desejo dele e, não, por pressão da empresa. Então, essa medida acaba sendo uma segurança para ambos os lados, evitando futuros problemas.

Para aqueles que estão pensando que deve dar muito trabalho escrever, não é preciso se afligir, pois, normalmente, as cartas de demissão são curtas. Portanto, a dor na mão não precisa ser uma preocupação. 

Apesar de ser denominada carta e remeter a conteúdos longos, essa, em específico, deve ser objetiva. Os textos que vão direto ao ponto têm mais chances de serem bem recebidos pelo Departamento Pessoal. 

O que deve conter

No desenvolvimento da carta é preciso que algumas informações estejam presentes. Então não se deve esquecer de: 

  • Colocar o nome completo;
  • Escrever o nome da empresa;
  • Informar o cargo que você ocupa na empresa;
  • Detalhar qual será o período que irá cumpri o aviso prévio. Também é possível relatar que não haverá o cumprimento do aviso. Lembrando que nesse último caso deve ser feito um acordo previamente. 
  • Especificar o local e a data de entrega desse documento;
  • Assinar ao final da carta.

Outras informações pessoais, como RG, CPF e dados bancários, não precisam ser informadas. Também é importante lembrar que ela é utilizada apenas para oficializar o pedido de desligamento, por isso, não deve ser um instrumento usado para desabafos, reclamações e comunicados negativos sobre a empresa. 

Porém, se o desejo de fazer algo mais elaborado falar mais alto, o empregado pode ressaltar alguns elogios, pontos positivos, relatar sobre os aprendizados e experiências que o local ofereceu. Essa também é uma forma de manter as portas da empresa abertas para o futuro. 

Do mesmo modo, o motivo da saída não precisa ser explicado detalhadamente. Basta apenas deixar claro a principal causa, por exemplo: ‘é um motivo pessoal ou profissional’. 

Ao final

Finalizando de escrever, não se pode esquecer de fazer uma segunda via da carta. Não precisa ser escrita novamente, pode ser uma cópia. Uma ficará com a empresa e a outra com o empregado. Em alguns casos, também é necessário fazer a terceira cópia para ser entregue ao sindicato. 

Depois, o próximo passo é entregar a carta, pessoalmente, ao Departamento Pessoal da empresa. A partir daí, começará a ser contado o aviso prévio, que está previsto na Consolidação das Leis de Trabalho. Há pessoas que, em certas situações, não cumprem o aviso. Como quando a troca de emprego é imediata. 

Mas, para aqueles que cumprem, os 30 dias são importantes para a empresa conseguir se organizar dentro das burocracias do desligamento. Também é um período para que o processo seletivo seja aberto e um novo profissional seja encontrado. 

Recebendo a carta de demissão

Modelos de carta de demissão

Para auxiliar quem deseja entregar a carta, nós elencamos 4 exemplos. Confira: 

Modelo 1 – Com o cumprimento do aviso prévio

À ______ (coloque o nome da empresa)

Prezado(s) Senhor(es),

Por motivos profissionais (ou pessoais), venho, formalmente, comunicar o meu pedido de desligamento desta empresa, por meio desta carta. Consequentemente, também estou me desligando do cargo de (coloque o nome do cargo ocupado).

Declaro que cumprirei o aviso prévio, conforme os critérios da lei, no período entre __ /__ /_____ (informe data de início do aviso) a __ /__ /____ (insira a data de término do aviso).

________, ___ de ______ de _______ (coloque o local e data)

(Escreva a sua assinatura)

(Coloque seu nome por extenso)

Modelo 2 – Sem cumprir o aviso prévio

À ______ (coloque o nome da empresa)

Prezado(s) senhor(es),

Comunico formalmente, por meio desta carta, meu pedido de demissão e, por consequência, meu desligamento do cargo (coloque o nome do cargo ocupado) que ocupo na empresa, por motivos pessoais (ou profissionais).

Informo que é preciso que eu saia neste momento. Desta forma, solicito a dispensa do cumprimento do Aviso Prévio, se possível, e o encerramento imediato do meu contrato de trabalho.

________, ___ de ______ de _______ (coloque o local e data) 

(Escreva a sua assinatura)

(Coloque seu nome por extenso)

Modelo 3 – Mais detalhada

À ______ (coloque o nome da empresa)

Prezado(s) Senhor(es),

Por meio desta carta, apresento meu pedido de demissão e desligamento do cargo (coloque o nome do cargo ocupado) que ocupo nesta empresa. 

Declaro que  o aviso prévio será cumprido (se for solicitar a dispensa, o texto deve ser mudado, conforme o modelo 2), conforme a lei, no período entre __ /__ /_____  (informe data de início do aviso) a __ /__ /____ (insira a data de término do aviso)

Sou grato(a) pela (descreva quais são os pontos que você deseja agradecer) ao longo do período em que trabalhei nesta empresa.

Ressalto também (escreva sobre projetos em que participou na jornada de trabalho), uma oportunidade ímpar de evolução pessoal e profissional. 

Exponho que o meu pedido de desligamento é por motivos profissionais (ou pessoais).

________, ___ de ______ de _______ (coloque o local e data)

(Escreva a sua assinatura)

(Coloque seu nome por extenso)

Modelo 4 – Menos formal

“Prezado ______ (coloque o nome do chefe a quem se destina a carta),

Estou informando a você que, por motivos pessoais (ou profissionais), este é o meu pedido de demissão. Sendo assim, estou me desligando do cargo _______ (coloque o nome do cargo que ocupa) que ocupo nesta empresa.

Declaro que cumprirei o aviso prévio (se for solicitar a dispensa, o texto deve ser mudado, conforme o modelo 2) obedecendo à lei e seus critérios.

________, ___ de ______ de _______ (coloque o local e data)

(Escreva a sua assinatura)

(Coloque seu nome por extenso)

Pronto! Agora podemos dizer que a carta de demissão não é mais um bicho de sete cabeças, né? Você concorda? Comenta aqui a sua opinião! 

Até breve!