Início » Blog » Financiamento de terreno vale a pena? Entenda!

Financiamento de terreno vale a pena? Entenda!

um casal levantando pelos braços uma criança em um espaço aberto, com grama e árvores

O sonho da casa própria está presente na maioria das pessoas, mas é diferente para cada um de nós. Para alguns, um apartamento é a prioridade. 

Outros querem encontrar uma casa pronta no seu bairro favorito. E há também os que fecham os olhos e conseguem visualizar a casa em construção do zero, sendo moldada exatamente do jeito que imaginaram. 

Se você é uma dessas pessoas, o financiamento de terreno pode ser o primeiro passo rumo a esse sonho.

Como funciona o financiamento de terreno?

Embora os terrenos custem menos que uma casa ou um apartamento, são poucas as pessoas que podem fazer essa compra à vista. 

E é aí que entra um dos principais benefícios de optar pelo financiamento: o poder de barganha aumenta, já que, com o subsídio bancário, o vendedor receberá o valor completo em uma só vez. Você pode ganhar um bom desconto na negociação!

Portanto, optar pelo financiamento é uma opção muito buscada, embora as pessoas não saibam quais bancos oferecem esse serviço. 

Se você já entende um pouco sobre financiamento de imóveis, a boa notícia é que a modalidade voltada para terrenos é semelhante, porém mais rápida e descomplicada, pois possui menos etapas.

Isso porque, quando o imóvel já está pronto, você precisa aguardar pela vistoria de um profissional indicado pelo banco. Esse processo costuma demorar bastante, e quando a compra é de um terreno, essa etapa não existe, pois não há construção para avaliar.

A única coisa que você precisa ter certeza é que as terras que você pretende comprar estão legalizadas e com a documentação em dia.

Então, ao iniciar o processo com o banco, você apenas precisa solicitar o crédito desejado, enviar os documentos requisitados para análise e aguardar a resposta em algumas semanas (em alguns casos leva somente alguns dias!).

Após a aprovação do crédito você assina o contrato de compra e venda e o banco repassa o valor para o vendedor. Aí então você inicia o pagamento das prestações mensais ao banco.

Condições para financiar um terreno

Quando você já tiver uma breve noção do valor do terreno que pretende comprar, comece a fazer simulações com diferentes bancos. Atualmente, quase todas as instituições oferecem esse serviço online. 

Você só precisará ter em mãos comprovantes de renda para calcular as possibilidades de parcelas que cabem no seu bolso. Para quem é casado há algumas vantagens, pois, a renda considerada é o total bruto familiar.

A partir daí você entende qual o limite de crédito que conseguirá e quantos anos terá para devolver o valor emprestado, com a correção de juros. A simulação é gratuita e direto no site dos bancos, então aproveite para fazer muitas! Vá anotando e analisando as taxas de juros e outras possíveis tarifas e seguros.

Um dos principais requisitos para financiar um terreno é que não pode ser um pedaço de terra qualquer. O terreno precisa estar regularizado, e para checar essa informação você pode pedir no cartório a certidão de propriedade.

Além disso, as instituições financeiras exigem que o terreno esteja dentro do perímetro urbano ou ao menos em uma área com infraestrutura básica.

Outra característica no financiamento de terreno é que não há limite máximo de valor. Isso porque é de acordo com a capacidade de pagamento do solicitante que o cálculo de liberação do dinheiro é feito.

Já um ponto negativo é que na hora de conseguir suporte para comprar seu terreno você não poderá utilizar o saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Com quem financiar?

A Caixa Econômica Federal é um dos bancos mais procurados para esta modalidade de financiamento. Eles permitem compras de terreno entre 50 mil e 1,5 milhão de reais, com taxa de juro anual de 8,50% (sempre confira as taxas atualizadas, já que elas podem baixar ou aumentar com uma certa frequência). O financiamento autorizado é de até 70% do valor do terreno e o pagamento pode ser feito em até 240 meses.

Outras instituições como Banco do Brasil e Bradesco também oferecem financiamento de terreno, vale analisar o que elas oferecem de vantagens.

Se você quer fazer um financiamento para a compra do terreno e início da construção, as taxas de juros são consideravelmente menores e as condições diferenciadas.

As taxas de juros no financiamento para terrenos são bem mais altas que as tarifas cobradas na compra de imóvel pronto. Isso porque, quando o terreno ainda não possui casa, a garantia para o banco é apenas o terreno, que possui valor menor.

Documentação e assinatura do contrato de financiamento do terreno

Após escolher o terreno, fazer a simulação e escolher um banco, você solicita o financiamento e irá passar por uma análise de crédito. Qualquer pessoa que tenha alcançado a maioridade civil (18 anos), que tenha como comprovar renda e não esteja com o nome sujo pode iniciar esse processo.

O banco irá pedir uma série de documentos, então prepare-se para a burocracia. Os principais são:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço recente;
  • Carteira de Trabalho;
  • Comprovante de estado civil (certidão de casamento ou nascimento);
  • Comprovante de renda atualizado;
  • Declaração anual de Imposto de Renda;
  • Certidão de débitos relativos a créditos tributários e à Dívida Ativa da União;

Se todos os comprovantes estiverem em dia, o banco aceita a sua solicitação. Você também precisará checar a documentação do bem que irá comprar:

  • Matrícula do terreno;
  • Certidão negativa de ônus;
  • Certidões negativas de débitos tributários municipais, estaduais e federais

Com a aprovação feita, o banco libera o crédito para ser usado na compra do terreno. O vendedor então deve providenciar o contrato de compra e venda. Após a assinatura, você deverá registrar o contrato no Cartório de Imóveis.

Tudo pronto! O valor do financiamento será pago ao vendedor e você começa a pagar as parcelas para o banco.

Lembre-se sempre de efetuar os pagamentos antes da data de vencimento, pois os juros para atrasos são bem pesados. A inadimplência, quando ocorre durante alguns meses, pode resultar na perda do terreno para o banco.

Agora que você já sabe que fazer um financiamento de terreno é mais simples do que você imaginava, que tal conhecer também o financiamento imobiliário? Clique e confira!