Início » Consórcio » Como resgatar dinheiro do consórcio cancelado: vale a pena?

Como resgatar dinheiro do consórcio cancelado: vale a pena?

como resgatar dinheiro do consórcio cancelado

Por causa de todas as facilidades e vantagens, o consórcio se tornou uma das principais opções na hora dos brasileiros realizarem seus objetivos. Mas nem sempre as coisas saem como o planejado. Imprevistos financeiros acontecem e às vezes é preciso optar pela desistência do plano. E nessa hora surge a dúvida: como resgatar dinheiro do consórcio cancelado?

A primeira e mais importante condição para você ser elegível ao cancelamento de consórcio: sua cota não pode ter sido contemplada. Não há a opção de cancelar a cota se você já tiver utilizado sua carta de crédito. É por isso que a administradora do consórcio, para ter certeza que o consorciado poderá arcar com as parcelas até o fim, faz uma análise de crédito antes de liberar o valor da carta contemplada ao consorciado.

Se você não foi contemplado e quer cancelar sua cota, precisa solicitar o cancelamento formalmente com a administradora do consórcio. É importante saber que você não recebe os valores já pagos imediatamente após a solicitação, só deixa de pagar as parcelas futuras.

Formas de resgatar o dinheiro do consórcio cancelado

Existem duas formas de resgatar o dinheiro do consórcio cancelado:

  • Através de sorteio: a cota cancelada segue no grupo de consorciados que podem ser sorteados durante as assembleias mensais. A única diferença para o consorciado cancelado é que ele não tem mais o direito de oferecer um lance para aumentar as chances de ser contemplado.
  • No encerramento do grupo: caso o consorciado que cancelou a cota não tenha êxito nos sorteios nas assembleias, ele receberá a devolução de valores quando o grupo chegar ao fim.

Desvantagens de cancelar um consórcio

Sabemos que ninguém contrata um consórcio imaginando que vai precisar desistir no meio do caminho. Por isso também é importante estar ciente das principais desvantagens de cancelar um consórcio – e talvez repensar a decisão de desistir e encontrar outras formas de resolver a questão.

Demora no recebimento

Às vezes, o participante que está com dificuldades financeiras acredita que cancelar o consórcio resolverá seus problemas, pensando em receber o dinheiro de volta em pouco tempo. E é aí que muitas pessoas se frustram quando cancelam um consórcio porque podem não ter a sorte de serem sorteadas e precisam esperar até o encerramento do grupo. 

Pense, por exemplo, se você desistiu após pagar algumas parcelas e seu grupo tem duração de 80 meses. Já para quem está da metade para o fim do consórcio, a dica é sempre tentar encontrar outros meios de manter as parcelas e não desistir.

Multas e taxas descontadas

Outro ponto negativo da desistência do consórcio é que você não recebe o valor integral de tudo que pagou até o momento do cancelamento. Isso porque você só obtém de volta os valores destinados ao fundo comum, não havendo ressarcimento das quantias pagas de taxas administrativas, seguros, fundo de reserva e outras taxas.

Além disso, há também uma multa rescisória prevista em contrato de cerca de 10% sobre a quantia paga até o momento do cancelamento. A administradora pode aplicar essa multa, uma vez que o consorciado não cumpriu com suas obrigações para com o grupo.

Portanto, faça os cálculos antes de decidir pelo cancelamento da sua cota já que talvez os valores que você receberá serão bem menores do que você imagina.

Alternativas para você não precisar cancelar

Sabemos que o cancelamento de um consórcio é uma decisão pessoal e difícil de ser tomada. Mas vamos propor algumas alternativas que talvez possam servir para o seu caso. Confira:

  • Oferecer um lance e acelerar o recebimento da carta de crédito. Você pode conseguir o valor necessário através de um empréstimo ou financiamento. Ou então, caso o seu consórcio ofereça a opção de lance embutido, você pode fazer uma oferta e receber só a parte restante do valor.
  • Negocie com a administradora o valor das suas parcelas. Se o problema é que as prestações ficaram muito pesadas para o seu bolso, na maioria das vezes é possível renegociar os valores. Ao reduzir o valor total da carta de crédito, suas prestações ficam mais suaves e talvez você consiga continuar com seu consórcio até o fim.
  • Transfira seu consórcio para outra pessoa, encontrando alguém que esteja disposto a comprar a sua cota. Pode ser um amigo ou conhecido, ou você também pode anunciar em jornais ou grupos de divulgação na internet. Lembrando que a negociação e a venda ficam por sua conta, só é preciso comunicar a administradora da troca.
  • Reativação da cota, caso seu consórcio tenha sido cancelado por inadimplência. Se você ficou alguns meses sem conseguir pagar e foi automaticamente cancelado, contate sua administradora. Ou seja, se possui novamente meios de pagar suas parcelas, talvez você consiga reativar sua cota, renegociando os valores devidos.

Dica bônus sobre como resgatar dinheiro do consórcio cancelado

Como você viu, é possível cancelar seu consórcio e receber o dinheiro de volta, mas, em geral, o consorciado sai no prejuízo. Se está em processo de pesquisa e ainda não fechou a contratação de um consórcio, considere todos os pontos apontados neste post.

Faça sempre um bom planejamento financeiro, simule as melhores opções que encaixem com seus planos e com o seu salário atual, bem como suas projeções de carreira. Você pode comprar uma cota em um grupo com uma carta de crédito baixa e com muitos meses para pagar. 

Depois, quando sentir que seu orçamento suporta o pagamento de parcelas mais altas, será possível expandir o valor da carta de crédito no decorrer do grupo. Consulte a administradora de sua preferência e confira todas as possibilidades.

Lembre-se: consórcio é uma forma de investimento para quem não tem pressa de adquirir um bem e pode esperar para a realização de um sonho. Além de planejamento, o consórcio também requer uma certa estabilidade. Por isso, talvez não seja o melhor investimento para quem muda os planos o tempo todo ou não sabe bem o que quer para o futuro.

Agora é com você! Uma vez que você sabe como resgatar dinheiro do consórcio cancelado, é possível analisar a melhor saída para resolver sua situação financeira.

Para tirar mais dúvidas sobre consórcios e gestão financeira pessoal, acompanhe nosso blog!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.

Marcações: