Início » Consórcio » Consórcio Caixa: como funciona, quais regras, possibilidades e vantagens

Consórcio Caixa: como funciona, quais regras, possibilidades e vantagens

consórcio caixa

Já pensou em adquirir um consórcio da Caixa Econômica Federal? A instituição é referência em financiamentos e oferece planos para Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas que desejam comprar, reformar ou construir imóveis e veículos. Que tal entender melhor como funciona a modalidade de consórcio da Caixa e avaliar se vale a pena investir neste tipo de opção? Acompanhe!

Quais os requisitos para participar do Consórcio Caixa?

Para participar do consórcio Caixa, os interessados precisam cumprir os seguintes requisitos:

  • Pessoa Física: deve ser maior de idade ou emancipado (maior de 16 anos), ter nacionalidade ou naturalização brasileira e capacidade civil e financeira comprovada para pagar o consórcio.  
  • Pessoa Jurídica: deve estar obrigatoriamente registrada na Junta Comercial e na Receita Federal para comprovar a legalização no Brasil, além de ter o CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) ativo e capacidade comprovada de pagamento do consórcio.

Como aderir ao Consórcio Caixa?

Para aderir ao consórcio Caixa, é necessário entrar em um grupo de consorciados, já existente ou ainda em formação. Também é preciso atender aos requisitos citados acima para comprovar que está apto para fazer o investimento.

Depois disso, o participante deve optar entre adquirir uma cota nova, que está à disposição para venda; uma cota de reposição, que fica pendente por causa da desistência ou exclusão de um dos consorciados, sendo repartida entre os demais participantes; e uma cota de transferência, que é repassada de um contemplado no consórcio a outro por meio da assinatura de um termo.

Por fim, deve-se observar o percentual da somatória por cada CPF ou CNPJ definido pela Caixa Consórcios. Este valor deve corresponder a no máximo 10% do total das cotas do grupo, não podendo ultrapassar R$4 milhões (valor total da cobertura securitária).

Como funcionam os grupos do consórcio?

Os grupos do consórcio Caixa constituem-se em um prazo de até 90 dias a partir da data da assinatura de adesão do primeiro consorciado. Além disso, a inauguração realizada na primeira Assembleia Geral marca o início do grupo. Lembrando que, ao assinar um contrato de consórcio, o processo passa a ser gerido pela instituição Caixa Consórcios S.A., que também acompanha as assembleias gerais ou extraordinárias e demais atividades realizadas pelos consorciados. 

Não há limite de participantes para o Consórcio Caixa. Porém, é necessário atingir um valor mínimo de fundo para garantir que a primeira carta de crédito seja sorteada no primeiro mês do consórcio. Além disso, há um prazo de 15 dias úteis para a administração devolver à conta corrente dos participantes o dinheiro depositado quando não se alcança o percentual mínimo de consorciados necessário para a formação do grupo.

Como os consorciados são contemplados?

Todo mês, a instituição financeira realiza um sorteio através da Loteria Federal para contemplar um dos participantes com a carta de crédito. Entretanto, caso o contemplado não possa receber a carta, o prêmio vai para o segundo colocado.

O consórcio Caixa também permite que os participantes façam lances estilo leilão para tentar ser contemplados mais rápido. Há duas modalidades de lances:

  • Lance fixo: os consorciados podem propor um valor que corresponde a 20% do saldo devedor da cota do consorciado. Sendo assim, vence o lance que mais se aproximar da cota sorteada.
  • Lance livre: os consorciados podem oferecer um lance embutido de até 50% do saldo devedor a partir do próprio crédito contratado e de recursos próprios. Aqui, vence o lance com maior percentual.

Como usar a carta de crédito do Consórcio Caixa?

Muita gente tem dúvida sobre como utilizar a carta de crédito após ter sido contemplado. Afinal, a instituição não deposita o dinheiro na conta do participante para a compra do bem. Na verdade, a carta de crédito é como um “vale compras” que permite ao contemplado adquirir o bem ou o serviço almejado. Porém, a carta deve ser utilizada somente para o tipo de investimento contratado.

Há dois tipos principais de consórcio Caixa:

  • Consórcio Caixa Imóvel: para compra ou construção de imóvel residencial ou comercial; reforma ou ampliação de imóvel; aquisição de lote de terreno urbano ou rural; entre outras.
  • Consórcio Caixa Automóvel: para compra de automóveis novos ou usados ou outros tipos de veículos automotores, como aeronaves, máquinas agrícolas, embarcações, entre outros.

Quais as vantagens do consórcio Caixa?

Entendendo como funciona o consórcio Caixa, é hora de avaliar:

  • Será que vale a pena aderir a este tipo de investimento?
  • Afinal, quais são as vantagens em relação aos financiamentos convencionais?

Primeiramente, o valor a ser pago na primeira parcela é inferior quando comparado ao do financiamento. Além disso, o consórcio não cobra juros. Sendo assim, as taxas diluem-se ao longo do contrato e não pesam tanto no bolso.

E as vantagens não param aí:

  • A flexibilidade é um dos pontos positivos do consórcio Caixa. Isso porque o prazo de pagamento é elástico, você é quem decide a duração.
  • Sabia que é possível também usar o saldo do FGTS para quitar parte das cotas? Além disso, os participantes podem utilizar 50% do valor da carta de crédito para realizar um lance durante o leilão ou 10% para pagar taxas e impostos.

Dica bônus

Aderir a um consórcio Caixa vale a pena se você deseja adquirir um bem e não tem dinheiro disponível para pagar à vista. Então, basta analisar sua situação financeira e organizar seu orçamento. Isso ajudar a prever o pagamento das parcelas mensais a longo prazo.

A dica é fazer simulações para encontrar as opções mais confortáveis para o seu bolso antes de assinar qualquer contrato. Ter paciência é um fator fundamental, pois as premiações podem ocorrer de forma lenta. Portanto, estude suas possibilidades de adquirir um consórcio Caixa, sem deixar de lado outras opções disponíveis no mercado.

Já sabe qual bem quer adquirir com um consórcio? Simule AQUI as melhores parcelas para o seu bolso!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.