Início » Consórcio » Consórcio de apartamento: saiba como funciona e se vale a pena

Consórcio de apartamento: saiba como funciona e se vale a pena

consórcio de apartamento

Se você manda bem no planejamento financeiro e quer uma opção simplificada e sem juros para comprar o apê próprio, o consórcio de apartamento é uma ótima alternativa. Por isso, veja como funciona, como são as contemplações, quais as condições de pagamento e outros detalhes que ajudam na tomada de decisão. 

Como funciona o consórcio de apartamento?

O consórcio de apartamentos entra na categoria de consórcio de imóveis, que normalmente tem prazos de duração mais longos do que os grupos de automóveis ou serviços. Isso porque, obviamente, são bens de valor elevado, sendo necessário uma diluição das quantias em maior número de parcelas.

O modelo de consórcio nada mais é que uma espécie de poupança coletiva, em que os participantes pagam todos os meses um valor relativo às suas determinadas cartas de crédito. As parcelas pagas mensalmente vão para um fundo comum, a poupança do grupo, e é desse montante que todos os meses se tiram valores para contemplar os participantes.

Essa reunião de consorciados é organizada por uma empresa administradora que será responsável por todos os procedimentos, desde a montagem do grupo até seu encerramento. Inclusive, existem mais de 150 empresas autorizadas pelo Banco Central a administrarem consórcios. Então, opção é o que não falta no mercado!

Mas antes de contratar um consórcio de apartamentos, o primeiro passo é saber qual a média de valor que você pretende investir neste imóvel. Não é preciso escolher o seu lar já nesta etapa, mas sim fazer uma pesquisa para entender os valores de mercado conforme as características o imóvel que você busca conquistar.

A partir daí, confronte suas pretensões com seus limites financeiros. Pense em qual o valor máximo poderá se comprometer a pagar mensalmente. Com todas essas informações, agora sim você pode começar a conversar com diferentes administradoras e fazer simulações de consórcio.

Como faço para ser contemplado?

Sendo mais longos, os consórcios voltados para imóveis podem alcançar até 200 meses de duração. Isso não quer dizer que você precisa parcelar sua carta de crédito nessa extensão, mas quanto mais diluídas as prestações, menor é o impacto mensal no seu orçamento.

E durante o prazo completo do grupo, todos os meses um determinado número de consorciados é contemplado. Sendo assim, a quantidade de premiados varia para cada grupo e também por conta do saldo disponível em caixa no momento das assembleias.

É nas assembleias, promovidas todo mês em data determinada e comunicada pela administradora, que acontecem os sorteios e os lances. Os contemplados por sorteio são escolhidos através dos resultados da Loteria Federal ou então por sistema próprio de sorteio da administradora (em geral, com o uso de um globo com bolinhas numeradas, semelhante ao que ocorre em bingos).

Se você deseja ser contemplado no consórcio mais rápido e quer aumentar as chances de retirar sua carta de crédito, o recomendado é dar lances. Cada consórcio tem regras e características específicas sobre a forma de propor lances, mas esse é o jeito mais prático de ter sua cota contemplada rapidamente.

O lance funciona como um leilão. O consorciado oferece uma quantia para tentar vencer os demais participantes do grupo. Se o valor ofertado for o maior do mês, ocorre a contemplação. A quantia do lance vencedor deve ser paga nos dias seguintes à assembleia para confirmar a contemplação. Esse valor é depositado no grupo e abatido do saldo devedor do consorciado, sendo que a administradora permite reduzir o valor mensal ou a quantidade de parcelas, como preferir.

Como são as condições de pagamento?

As baixas taxas e as condições de pagamento são a parte mais atraente do consórcio de apartamento, definitivamente. Ou seja, os planos de consórcio não possuem juros e cobram somente uma taxa administrativa referente aos gastos de gerenciamento do grupo.

Sabe aquele valor de entrada de ao menos 10% que você teria que oferecer caso fizesse a compra do apê por financiamento? No consórcio isso não existe porque, uma vez que você tem sua carta de crédito liberada, consegue o valor integral para comprar à vista – o que aumenta o seu poder de barganha.

Além disso, não importa se você escolheu um apartamento, um estúdio moderno ou um projeto na planta, o consórcio proporciona as mesmas condições para todos os tipos de imóveis. Então, é tudo muito mais fácil. Uma vez decidido o valor da carta de crédito, você fecha o contrato e começa a pagar as parcelas, sem necessidade de aprovação de crédito e não há nenhuma surpresa nos pagamentos.

Um diferencial bem vantajoso do consórcio para apartamentos é a possibilidade de usar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para dar lances, liquidar parcelas em aberto ou para complementar o valor da compra do imóvel caso ele seja mais alto que sua carta de crédito. Para isso, o critério básico é o consorciado ser contribuinte do fundo por no mínimo 3 anos e que o FGTS a ser usufruído seja o do titular da cota de consórcio. 

Por exemplo, se você vai fazer um consórcio com seu ou sua cônjuge, qual dos dois possui maior saldo de FGTS? Pense nisso e já inicie seu contrato de consórcio no nome de quem pode aproveitar melhor o dinheiro do fundo.

Outros detalhes importantes sobre consórcio de apartamento

  • Alteração no valor da carta de crédito: é possível aumentar ou reduzir o valor da sua carta, enquanto o grupo já estiver em andamento. Então, se você quer começar logo um consórcio, mas não pode pagar muito por mês, contrate uma carta de crédito baixa e aumente depois quando melhorar suas condições financeiras.
  • Vencimento das parcelas: para poder participar dos sorteios mensais e ofertas de lance, o consorciado precisa pagar suas parcelas sempre até a data de vencimento do boleto.
  • Antecipação de pagamentos: se em algum momento você quiser adiantar valores, reduzindo seu saldo devedor, basta contatar a administradora.
  • Transferência de cotas: em casos de desistência do consórcio, é totalmente legal a transferência da cota para um terceiro.
  • Comprovação de crédito: após ser contemplado, a administradora fará uma análise da sua situação financeira para conferir se você possui condições de seguir honrando com as prestações até o fim.

Aproveite a oportunidade e faça uma simulação das parcelas do seu consórcio de apartamento clicando AQUI!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.