Início » Consórcio » Consórcio de eletrodomésticos existe? Sim, entenda!

Consórcio de eletrodomésticos existe? Sim, entenda!

Conjunto de eletrodomésticos diversos

Consórcio de eletrodomésticos existe?

Bom, quando você pensa em consórcio, talvez você acredite que essa modalidade só esteja disponível para compra de bens caríssimos como casas e automóveis, certo? Na verdade, nos últimos anos, outras categorias de consórcio se popularizaram no Brasil, e você pode fazer desde a modernização interna da sua casa até procedimentos estéticos, tem de tudo! 

O consórcio de eletrodomésticos já é uma oportunidade disponível e cada vez mais utilizada para quem sonha em renovar a casa.

Quem já precisou mobiliar o lar sabe como os itens essenciais como geladeira e máquina de lavar são caros. E quando você precisa começar do zero, até os produtos que não são tão caros acabam pesando no bolso. Se precisarmos comprar tudo de uma vez só então, fica impossível fazer as contas fecharem sem ficar no vermelho.

Também existem muitas pessoas que não usam cartão de crédito ou que não gostam de fazer compras longas por carnê, pois a probabilidade de se atrapalhar nas finanças é grande. É por isso que muitas lojas oferecem o consórcio de eletrodomésticos, para que você consiga se programar e ir pagando mês a mês.

Outro ponto positivo é que o consórcio é como uma poupança programada que você não pode mexer. Ao invés de tentar deixar um dinheiro parado na sua conta até juntar uma quantia maior, você já vai investindo aos poucos para realizar a compra desejada. É uma ótima saída para quem nunca consegue economizar!

Para quem é indicado o consórcio de eletrodomésticos?

Como em qualquer consórcio, quem decide por essa forma de financiamento deve estar consciente que pode levar um tempo até a realização da compra. Se você precisa urgentemente de uma geladeira nova, o consórcio não é a melhor opção, afinal você não sabe quando irá ser contemplado e não pode ficar sem geladeira por muito tempo.

Porém, se você está buscando alternativas para trocar um eletrodoméstico daqui a algum tempo, o consórcio pode ser uma boa ideia. Por exemplo, se sua máquina de lavar ainda funciona, mas você gostaria de adquirir uma máquina 2 em 1, com lavagem e secagem.

Esse é um bom exemplo de quando apostar nessa ideia, pois é um produto caro e que provavelmente pesará no orçamento se você tiver que parcelar no cartão de crédito em, no máximo, 12 vezes.

O consórcio de eletrodomésticos é perfeito para quem pretende casar ou sair da casa dos pais para morar sozinho. Isso porque você pode iniciar a pagar as parcelas mensalmente antes de fazer a mudança para a casa nova, com a certeza de que, quando precisar dos produtos, eles estarão à sua disposição.

Como funciona esse tipo de consórcio

O consórcio de eletrodomésticos é menos comum que outros, como de imóveis e automóveis. Portanto, não são todas as empresas que oferecem esse serviço. Mas, no quesito funcionamento, o processo é o mesmo.

Ao encontrar uma empresa que faça grupos de consorciados interessados em eletrodomésticos, você define o valor da carta de crédito que deseja contratar. A carta deve ser compatível com o bem que você pretende comprar – você pode obter mais de um produto com a mesma carta de crédito.

Se você está planejando mobiliar um apartamento novo, por exemplo, e precisará comprar geladeira, fogão, coifa, máquina de lavar e micro-ondas, comece pela pesquisa dos preços. Ao encontrar os produtos que deseja, some os preços e você saberá o valor que precisa contratar na carta de crédito.

A partir daí você pode fechar um consórcio e começar a pagar as parcelas mensalmente. Os grupos costumam durar entre 12 e 36 meses e você pode ser contemplado através de sorteio ou por lance.

Se deseja ser sorteado logo, você pode oferecer lances para tentar conquistar a carta de crédito mais rápido. Caso você não tenha pressa, pode ir pagando as prestações e esperar pelo sorteio ou pelo fim do grupo.

Na hipótese de ser sorteado e não quiser comprar os eletrodomésticos logo em seguida, negocie com a administradora do consórcio para manter o dinheiro aplicado no grupo. Assim você pode decidir qual é o melhor momento para retirar os produtos posteriormente.

Aposte no planejamento e preço mais baixo

Talvez você já tenha pesquisado sobre o consórcio anteriormente, mas não acreditava que estava pronto para assumir um compromisso financeiro desses. O bacana do consórcio de eletrodomésticos é que, diferentemente de outras categorias de bens mais elevados, as prestações são suaves e cabem no bolso.

Ao fazer essa aposta, você aprende a se organizar financeiramente e a projetar o futuro com calma. Você pode começar planejando a compra da TV dos sonhos e vai aprender muito sobre educação financeira, pois o consórcio é também uma maneira inteligente de aplicar seu dinheiro.

Procure uma loja que ofereça as condições ideias para os seus objetivos. Explique qual é o valor máximo que pode pagar por mês e por quanto tempo. Os vendedores te explicarão quais são as melhores propostas, e talvez você tenha mais poder aquisitivo do que imaginava! 

Já pensou que você pode sair com uma cozinha inteirinha nova quando só pensava em trocar de geladeira?

Uma vantagem de optar pelo consórcio é que você ganha poder de negociação. Isso porque, quando for contemplado, a carta de crédito te dá a possibilidade de comprar os produtos à vista – você não recebe o dinheiro em mãos, mas a carta de crédito paga pelos produtos como se fosse um pagamento à vista. 

Se fosse um parcelamento por carnê ou cartão de crédito, você pagaria mais pelos itens desejados.

E aí, gostou do que te contamos sobre o consórcio de eletrodomésticos? Pesquise e analise quais lojas oferecem essa alternativa de compra e coloque em prática o sonho da casa com os melhores produtos do mercado!

Aproveite também e faça uma simulação de parcelas AQUI!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.

Marcações: