Início » Dicas » Como comprar seu carro zero sem ficar devendo!

Como comprar seu carro zero sem ficar devendo!

Comprar um carro é realizar um sonho!

Ter um carro na garagem é uma realização esperada por muitas pessoas. Seja para dar mais conforto a família ou adquirir uma renda extra, comprar um carro faz toda diferença no planejamento pessoal. Você sabia que é possível comprar um carro zero sem ficar devendo para o banco? Venha descobrir como conseguir seu automóvel dos sonhos sem precisar passar por apertos!

Como comprar um carro?

Comprar um carro exige mais do que escolher o modelo e qual a forma de pagamento. É preciso ter muita paciência e considerar diversos detalhes na hora de planejar a realização desse sonho. Tenha em mente que essa é uma compra de alto valor e que muitas vezes pode levar mais tempo que o esperado para se concretizar, mas é ideal começar a planejá-la agora!

Inicie um planejamento financeiro, anote todos os seus gastos e receitas, faça a separação das despesas, veja se possui alguma dívida pendente e comece a analisar sua situação financeira em cada aspecto. Inclua nessa conta os gastos com a casa, alimentação, saúde, lazer e faça uma estimativa dos gastos com o carro como pagamento IPVA, combustível, licenciamento, entre outras manutenções e imprevistos que podem acontecer.

Com esse pequeno levantamento, você já começa a entender profundamente sua relação com o dinheiro. A partir de toda essa análise, ficará evidente quais são os gastos desnecessários. Se possível corte essa despesa, mas caso não consiga talvez seja interessante reduzir o valor destinado a esse gasto.

Após o planejamento definido, comece sua pesquisa, levando em conta o modelo e cor do carro, além de como anda o seu orçamento. A pesquisa é uma parte muito importante no processo de compra, pois é ali que você vai definir com mais clareza qual será seu futuro automóvel.

Uma das maiores características que devem nortear suas pesquisas é o custo benefício do carro que você quer. Questione os seguintes aspectos:

  • O carro será para passeio ou trabalho?
  • Quanto gastarei com combustível?
  • Qual o valor do seguro?
  • Em quantos anos quero trocar de carro?
  • Tenho espaço para guardar o carro?
  • Tenho urgência em comprar o automóvel?

Essas perguntas simples direcionarão suas pesquisas e você encontrará o modelo perfeito que atenda todas as suas necessidades!

Além das pesquisas pela internet, se possível, vá até uma concessionária fazer um teste e ver de perto o modelo que escolheu. Apenas dessa forma você terá uma ideia do espaço interno, conforto e segurança do veículo.

Como juntar dinheiro para comprar um carro?

Uma das táticas mais eficazes para começar a poupar é cortar todos os gastos considerados desnecessários. Muitas vezes fica difícil tirar de vez aquela atividade que não é tão necessária, mas você pode ir diminuindo gradativamente a quantidade de dinheiro investida naquilo.

Também é possível diminuir a conta dos gastos essenciais, buscando mês a mês reduzir o valor. Por exemplo, é quase impossível viver sem energia, mas você pode começar a tomar banhos menos demorados, apagar a luz se não estiver mais no cômodo, entre outras práticas. Essas pequenas ações fazem uma diferença enorme no final do mês e te ajudarão a poupar mais dinheiro.

Para começar a juntar dinheiro com o intuito de comprar um carro, você precisa estar com todas as suas dívidas quitadas. Se possuir alguma pendência financeira, não se desespere! Busque quitar essa quantia e eliminar a dívida do seu nome para depois focar suas economias na compra do veículo.

Qual a melhor forma de comprar um carro?

Se mesmo assim ficou difícil juntar dinheiro, algumas modalidades de crédito podem te ajudar a chegar mais perto do seu sonho sem precisar sofrer financeiramente com isso. É interessante não fechar nenhuma possibilidade nesse momento. Afinal, você pode estar precisando do veículo com urgência e não tem tanto tempo para planejar essa compra.

Atualmente, é possível encontrar boas ofertas de empréstimo, financiamento e consórcio para compra de um carro. Cada opção possui suas próprias regras, taxas e juros, por isso volte sua pesquisa para esse campo e entenda melhor como funciona cada uma das modalidades de crédito.

Empréstimo

O empréstimo é uma ótima ajuda financeira para quem precisa comprar um carro com certa pressa. Essa modalidade de crédito pode ser encontrada em diversas instituições financeiras e está presente no mercado em três tipos:

  • Empréstimo pessoal: conhecido como crédito pessoal, esse tipo de crédito não está vinculado a nenhum bem específico, mas possui uma alta taxa de juros;
  • Empréstimo consignado: esse tipo de crédito é oferecido apenas para quem é aposentado ou pensionista, trabalhadores registrados e servidores públicos. A forma de pagamento é feita pelo desconto em folha e por isso cobra juros menores;
  • Empréstimo de garantia: nesse tipo de empréstimo, você apresenta algum bem como garantia do pagamento das parcelas, o que pode diminuir consideravelmente a porcentagem dos juros.

Para saber em qual opção você se encaixa, entre em contato com a instituição financeira de sua confiança e relate que o empréstimo está destinado para compra de um carro zero. Eles farão uma análise do seu caso e, com tudo resolvido, você saberá se o negócio está aprovado

Financiamento

O financiamento de automóveis é uma prática bem conhecida pelos bancos. Ele funciona como o empréstimo, mas deve possuir uma destinação certa. Isso significa que, se você solicitar um financiamento para compra de um carro, ao receber o valor correspondente ao solicitado, você deverá comprar o carro.

Toda a transação ocorre de maneira rápida e o dinheiro está disponível em sua conta alguns dias após a aprovação. Desse modo, se o seu caso é urgente, o financiamento de um automóvel pode ser a melhor escolha. Por conta de toda essa agilidade, os juros podem ser bastante altos, o que impacta todas as parcelas e, consequentemente, o seu planejamento.

Seja o financiamento de um veículo novo, seminovo ou usado, você só poderá fechar o contrato caso apresente 20% do valor total do carro no momento de fechar o contrato. Algumas vezes essa necessidade pode inviabilizar o fechamento do financiamento, por isso é importante se manter fiel ao seu planejamento.

Consórcio

Diferente das outras opções, o consórcio não opera com juros, o que pode deixar as parcelas ainda mais acessíveis e os prazos mais longos. Com o consórcio, você pode se planejar com cautela, isso porque nessa modalidade de crédito, só é possível usufruir do bem após a quitação de todas as prestações.

É possível encontrar na internet administradoras que fazem toda a negociação online, mas se está inseguro com esse tipo de crédito para compra do seu futuro carro, faça uma simulação aqui! No simulador da Zela Finanças você tem acesso às melhores condições de pagamento com as menores taxas, tudo isso pra te deixar mais perto do seu sonho!

O que devo considerar na hora de comprar um carro?

Além de todas as dicas que demos ao longo desse artigo, fique atento com a qualidade do carro, pesquise todas as opções disponíveis no mercado e defina um valor limite para o veículo. Você não pode se esquecer do seu planejamento! Apenas ele terá o poder de te dizer como comprar o carro, quando realizar a compra e quanto da sua renda será comprometida ao adquirir o veículo.

Se esse é o seu primeiro carro, busque opiniões de especialistas, pesquise por análises, comparativos e todo tipo de informação que envolva o modelo escolhido. Não se prenda a apenas um canal, por isso assista vídeos, leia artigos e reúna esse conteúdo na hora de decidir comprar o carro.

Reflita também se vai precisar trocar de carro em um curto período, pois assim você evita criar uma dívida longa para custear um bem que quer trocar em pouco tempo.

Então agora que você sabe o que levar em conta na hora de comprar um carro, fique mais perto do seu sonho e comece seu planejamento e suas pesquisas hoje mesmo!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.