Início » Dicas » Como comprar sua casa em 2021?

Como comprar sua casa em 2021?

Comprar uma casa é o sonho de inúmeros brasileiros

Ter a tranquilidade e a liberdade de morar em uma casa própria é o sonho de vida de quem vive de aluguel. Infelizmente, não são todas as pessoas que podem juntar um bom dinheiro para comprar uma casa à vista, mas o mercado está preparado para vários negócios que te ajudam a ficar mais perto da sua casa!

Veja aqui como comprar sua casa em 2021 sem apertos!

O que devo saber antes de comprar minha casa?

Sabemos que não é fácil esperar o momento ideal para comprar uma casa, principalmente se você vive de aluguel. Comprar uma casa pode levar tempo e dinheiro, então quanto antes você começar a se organizar, mais cedo poderá usufruir do seu imóvel!

Para começar essa nova etapa de sua vida, você deve elaborar uma estrutura de planejamento financeiro pessoal e familiar. Dentro da sua organização, leve em conta todas as suas despesas e receitas e, caso o objetivo de comprar uma casa seja feito em conjunto, peça para que essa pessoa comece a estruturar seus gastos também. Dessa forma, você saberá como está sua vida financeira.

Diferente de um carro que costuma ser trocado com frequência, comprar uma casa costuma ser algo permanente. Por isso, é de extrema importância que você avalie seus planos para o futuro.

Por exemplo, imagine que você queira casar e ter filhos, mas a casa que comprou é pequena para todos os integrantes da família. Nesse caso, comprar uma nova casa seria caro e levaria mais tempo. O planejamento a longo prazo não pode ser deixado de lado, avalie também essa questão.

Não se esqueça de levantar o custo de vida na região da sua nova casa. Faça uma visita ao local para observar o movimento, a segurança do local, os comércios que estão por perto e se o transporte público passa próximo do seu endereço.

Compare várias regiões para ter uma ideia do valor para se manter por aqui e se cabe no seu orçamento pessoal. Por mais que essas tarefas pareçam cansativas, pode ter certeza que elas farão muita diferença na hora de assinar o contrato e começar a morar em seu novo imóvel.

Com um bom planejamento, você evita ser pego de surpresa e ainda alcança novos objetivos sem ficar apertado financeiramente!

Não tenho dinheiro guardado, consigo comprar uma casa?

Mesmo que a forma mais adequada de realizar a compra de algum bem seja o planejamento, é natural que surjam imprevistos pelo caminho. Se você não possui dinheiro guardado ou não consegue juntar uma quantia para comprar a sua casa, não se desespere! 

Felizmente, o mercado imobiliário conta com algumas condições para quem precisa comprar um imóvel, mas não tem a quantia necessária. Você pode comprar uma casa por financiamento, consórcio e até o programa Minha Casa Minha Vida!

Financiamento

Conhecido pela maioria dos brasileiros, o financiamento está disponível em vários bancos e credoras confiáveis. Ele opera como uma compra parcelada, em que o acordo de compra é realizado entre a instituição financeira e a construtora responsável pelo imóvel.

A solicitação pode ser feita online e os seus dados pessoais e financeiros passam por uma análise de crédito. Essa avaliação é feita para a instituição saber se você pode se tornar um cliente inadimplente ou se é um bom pagador.

Se você tem alguma dívida grande ou está negativado, a solicitação pode ser negada automaticamente. Por isso, a recomendação aqui é que você quite todas as suas despesas antes de entrar em contato com o banco. Desse modo ficará mais fácil prosseguir com o crédito.

Esse processo costuma ser rápido e é mais recomendado para quem precisa comprar uma casa com certa emergência. Infelizmente, esse tipo de crédito costuma cobrar uma parcela de juros relativamente alta, o que deixa o preço final do seu financiamento final bem mais caro.

E, além dos juros, para poder comprar a sua casa pelo financiamento você precisa apresentar uma quantia referente a entrada. Esse valor gira em torno de 20% do preço total do imóvel, ficando com o banco a responsabilidade de parcelar os outros 80% restantes. 

Consórcio

No consórcio você não precisa pagar valor de entrada e não conta com taxa de juros, mas esse tipo de crédito exige certa paciência e um bom planejamento a longo prazo. Sua popularização se deu principalmente no mercado imobiliário e de automóveis, pois são os bens mais comuns de serem consorciados.

Diferente do financiamento, o consórcio trabalha como uma poupança em grupo que só será utilizada daqui a alguns anos. Isso significa que, ao realizar um consórcio para comprar a sua casa, você só poderá usufruir de todo o conforto e segurança do imóvel após quitar todas as parcelas.

Mesmo com esse tempo de espera, esse tipo de crédito é bem mais acessível, já que as administradoras responsáveis conseguem estender o prazo e assim deixar as parcelas menores. Uma vantagem é que, mensalmente, são realizadas assembleias na intenção de diminuir o período de contemplação e agilizar a liberação de sua carta de crédito.

Alguns bancos já disponibilizam essa modalidade de crédito, mas também é possível encontrar administradoras independentes que fazem esse serviço. Nesse caso, verifique se é uma empresa confiável e se possui autorização do Banco Central para realizar os consórcios. 

Minha Casa Minha Vida

O Minha Casa Minha Vida (MCMV) é um programa habitacional criado pelo Governo Federal com o intuito de financiar imóveis novos para famílias de baixa renda. Com o programa, é possível financiar até 90% do valor total do imóvel, desde que as parcelas não comprometam a sua renda mensal.

O MCMV funciona de maneiras diferentes de acordo com a sua faixa de renda familiar, sendo separadas dessa forma:

  • Renda de até R$1.800: faixa 1;
  • Até R$2.600: faixa 1,5;
  • Renda até R$4.000: faixa 2
  • Até R$9.000: faixa 03

O cálculo das parcelas depende de qual faixa você e sua família fazem parte. Mas independente da renda, saiba que você pode utilizar o FGTS para o pagamento de algumas prestações do financiamento e até quitar o valor de entrada.

Para conseguir mais vantagens, é recomendado realizar o financiamento com o Minha Casa Minha Vida pela Caixa Econômica Federal. Na Caixa você encontra melhores condições de pagamento e juros bem mais baixos.

Como comprar minha casa em 2021?

Mesmo com o cenário econômico diretamente abalado pelos impactos da pandemia, muitas pessoas que passaram a ficar mais tempo em casa conseguiram se organizar financeiramente. Com isso, conseguiram arquitetar a melhor maneira de comprar um imóvel mais confortável com um bom planejamento.

Muitas construtoras estão oferecendo boas condições de pagamento, por isso pesquisar essas empresas e o local ideal para essa nova etapa da sua vida é de extrema importância para você e para o seu dinheiro. Avalie a valorização do local escolhido, defina quanto pretende gastar para deixar a sua casa nova do jeito que sonhou e procure um especialista para te ajudar nessa missão!

Comprar uma casa exige tempo, paciência e dinheiro, mas quanto antes você iniciar sua jornada de planejamento, mais cedo realizará esse sonho!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.