Início » Dicas » Quanto custa morar sozinho? O que não te contam

Quanto custa morar sozinho? O que não te contam

Morar sozinho oferece inúmeras possibilidades de mudança.

A independência é um sentimento que muitos jovens desejam usufruir o mais rápido possível. Um dos primeiros passos para essa autonomia é juntar as coisas e ir morar sozinho. Mas, esse processo não é tão fácil quanto parece e precisa ser planejado.

Quer saber mais sobre as vantagens e quanto custa morar sozinho? Acompanhe o artigo e boa leitura!

O que eu preciso saber antes de morar sozinho?

Morar sozinho é um passo importante na vida de muitas pessoas. Algumas vezes, a saída da casa dos pais pode ser ocasionada por vontade própria ou necessidade. Primeiramente você precisa saber que, independente do motivo, morar sozinho não é uma tarefa fácil e precisa de muito planejamento.

Como muitas decisões sérias, decidir morar sozinho deve ser uma ação analisada nos mínimos detalhes. É ideal que você entenda o motivo da mudança, onde irá morar e como se manterá nesse imóvel sem ajuda financeira dos seus pais.

Para começar seu planejamento financeiro, anote seus gastos pessoais, separando-os em três categorias:

  • Gastos fixos;
  • Gastos variáveis; e
  • Gastos supérfluos.

Cada uma dessas categorias receberá as despesas correspondentes com a sua necessidade, alocando de acordo com a sua rotina e como aquele gasto é encarado por você. Além das despesas, anote também todos os ganhos, seja com o salário, trabalhos em projetos paralelos ou algum tipo de mesada.

Tudo deve ser anotado, pois dessa forma você poderá ter mais controle do seu dinheiro e poderá fazer o cálculo de quanto precisa economizar para conseguir se manter sozinho, sem passar nenhum tipo de necessidade.

Casa ou apartamento? O que escolher?

O seu planejamento financeiro será o seu melhor amigo no momento de escolher uma casa ou apartamento para morar. Ambos os imóveis possuem suas vantagens e desvantagens, no entanto, a decisão final será somente sua.

Como comentamos, é comum ter que morar sozinho por conta do trabalho. Essas mudanças geralmente têm mais tempo para serem estruturadas e a própria empresa pode te ajudar para que sua ambientação seja positiva e ocorra da maneira mais natural possível.

Por ter mais segurança e ser o espaço ideal para uma pessoa, os apartamentos são os imóveis mais procurados por quem quer morar sozinho. É mais fácil encontrar esse tipo de moradia nos centros das cidades, estando perto de estações de metrô e terminais de ônibus, economizando tempo de transporte para a realização das tarefas diárias como ir ao trabalho ou faculdade.

Mas, para quem já tem carro e quer um espaço maior para outras atividades, é possível encontrar casas inteiras para morar sozinho. As casas também podem estar localizadas em regiões privilegiadas da cidade e garantir para você um conforto e mais ambientes para relaxar.

Algumas vezes, quem deseja morar sozinho pode não ter tanto dinheiro disponível para comprar um imóvel próprio. Nesse caso, você pode optar por morar de aluguel por um período definido ou escolher uma opção de crédito disponível no mercado para fazer esse sonho ficar mais perto.

Você pode encontrar no financiamento ou consórcio uma maneira mais simples de conquistar a casa própria e morar sozinho, do jeito que sempre quis! Procure por instituições sérias e de confiança, consulte as condições desse tipo de serviço e realize o seu planejamento!

Quanto custa morar sozinho?

Não há um cálculo preciso sobre os gastos envolvidos em morar sozinho, mas algumas despesas fixas se aplicam principalmente quando você está se sustentando sem ajuda dos seus responsáveis.

Lembre-se de que você será responsável por custear todos os gastos que surgirem eventualmente no dia a dia. Se sustentar não é uma tarefa fácil, por isso, mesmo que seja difícil, você deve se manter dentro do planejamento e evitar qualquer contratempo para não ficar no vermelho.

O seu estilo de vida, o custo dos produtos e serviços da região, valor do aluguel e outras informações influenciam diretamente a conta no final do mês. Sendo assim, veja quais os possíveis gastos básicos que você terá que arcar ao decidir morar sozinho:

  • Gastos com moradia: Nesse tipo de gasto se enquadra o pagamento do aluguel, que não pode passar de 20% da sua renda total;
  • Gastos no transporte: A sua locomoção com transporte não pode passar batido, anote os gastos com ônibus, metrô, carro por aplicativo, entre outros;
  • Despesas fixas: Além das despesas com o pagamento do aluguel e transporte, anote os gastos que envolvem contas de luz, água, internet, telefone e outros boletos;
  • Alimentação: Bancar a sua comida também é uma das despesas envolvidas em morar sozinho. Nesse quesito, algumas pessoas mudam seus hábitos alimentares para ser mais saudável e economizar uma boa quantia;
  • Diversão: Mesmo com todas essas formas de destinar seu dinheiro, ainda é recomendado que você separe um pouco para a sua diversão e lazer;
  • Despesas extras: Não apenas de fundo de emergência que vive o seu planejamento financeiro, por isso deixe uma porcentagem para cobrir esses gastos sem previsão e evitar problemas.

O que devo comprar para começar a morar sozinho?

Começar a morar sozinho envolve muitas coisas e custos. Portanto, antes de se mudar, você precisará mobiliar a casa. Nesse momento, não precisa escolher móveis definitivos ou muita mobília, compre apenas aqueles que te ajudaram a manter a rotina funcionando normalmente.

Não sabe o que comprar? Vamos te mostrar uma pequena lista de itens que fazem diferença na hora de morar sozinho. Veja:

  • Cama;
  • Guarda-roupa ou armário;
  • Armário para cozinha;
  • Mesa e cadeiras;
  • Geladeira;
  • Fogão;
  • Máquina de lavar;
  • Micro-ondas;
  • Panos de prato e panos de pia;
  • Panelas;
  • Pratos, copos e talheres;
  • Potes para manter armazenar os alimentos;
  • Cesto para lixo comum e do banheiro;
  • Suporte de shampoo;
  • Toalhas, de rosto e para o corpo;
  • Vassoura e rodo;
  • Varal, prendedores e balde; 
  • Pá e sacos para lixo, entre outros itens.

Quais as vantagens de morar sozinho?

Mesmo com tantos gastos e eventuais despesas, morar sozinho tem sim suas vantagens e que fazem muita diferença na hora de escolher se fica mais um tempo na casa dos pais ou se já parte para um novo ciclo sozinho. Por exemplo:

Mais independência

Muitas pessoas sonham em sair de casa para conseguir uma maior independência de suas vidas. Isso diz respeito a sua liberdade para organizar a casa do seu jeito, receber amigos, sair e voltar na hora que preferir, e outras coisas. 

Maior privacidade

Morar sozinho pode ser ótimo para quem gosta de manter sua privacidade, que faz total diferença na rotina e te poupa de certas preocupações. Claro que, com responsabilidade, você poderá usufruir da sua privacidade da melhor maneira possível.

Ótima oportunidade para amadurecimento

Com mais privacidade, liberdade e independência, você começa a criar um sentimento de amadurecimento que antes não existia. Entender suas responsabilidades com contas e obrigações faz toda a diferença em sua vida no geral. Morar sozinho te fará compreender ainda mais as suas escolhas e seus gostos.

Então agora que você já sabe todas as vantagens, obrigações e custos envolvidos em morar sozinho, faça seu planejamento, pesquise o imóvel perfeito e inicie um novo ciclo da sua vida com o pé direito!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.