Início » Gestão Financeira » Como investir em Bitcoin: saiba mais sobre esse mercado!

Como investir em Bitcoin: saiba mais sobre esse mercado!

moedas com símbolo de bitcoin

Em 2020, o mercado de ações foi aquecido pela criptomoeda. Uma das moedas digitais que ganharam mais relevância foi o Bitcoin e, por isso, muitas pessoas querem saber o que é, como funciona e como investir no Bitcoin. 

Se você quer entender mais sobre o Bitcoin, esse artigo foi feito para você. Boa leitura!

O que é Bitcoin?

A criptomoeda do momento, o Bitcoin pode ser definido como uma moeda digital que não possui um banco central ou administrador único, podendo ser enviada por qualquer usuário na rede blockchain sem precisar de intermediários.

Atualmente, grandes empresas como Dell, PayPal, Microsoft e Expedia já aceitam o Bitcoin como forma de pagamento. Nesse sistema, o fato de não precisar de um intermediário para realizar as transações faz com o que os usuários controlem seu dinheiro e vigiem seu saldo com mais atenção.

Para saber mais sobre o Bitcoin, preparamos um artigo completo para tirar todas as suas dúvidas, clique aqui para acessar!

Como funciona o mercado?

O mercado de Bitcoin tem um funcionamento diferente. No mercado de ações, as bolsas possuem horários específicos de abertura e fechamento, enquanto no Bitcoin nunca fecha. Todo o processo de compra, venda e investimento acontece na internet e você precisará criar uma conta para conseguir realizar as transações.

Para entender mais, conheça alguns termos:

  • Blockchain: Termo utilizado para o saldo da sua carteira de Bitcoin. Todas as transações são registradas em blocos que se ligam entre si, formando uma cadeia de blocos de informações que dependem um do outro.
  • Chaves públicas e privadas: as carteiras de Bitcoin possuem duas chaves, uma privada e outra pública, que são utilizadas para gerenciar a sua carteira.
  • Mineração: A mineração é feita por um software específico que se conecta com outros computadores, formando uma rede interligada que confirmam todas as transações realizadas.

É seguro investir em Bitcoin?

Por não precisar de um intermediário, muitas pessoas ficam com medo de conhecer o mundo das criptomoedas já que não querem se sentir lesadas. Mas, pode ficar tranquilo pois o sistema de investimento dos Bitcoins é extremamente seguro!

Não é possível a criação de uma nova moeda e a oferta de novas unidades das criptomoedas só pode ser feita através da mineração. 

Nesse processo, a rede de mineradores tenta encontrar uma combinação que possa ser validada. O registro de uma transação de Bitcoin só pode acontecer se a maioria da rede concordar, o que torna o sistema mais seguro.

Essa segurança é feita por um código matemático complexo e único, que passa pela fiscalização do blockchain, que é uma tecnologia que registra todas as transações. Ainda que o Bitcoin não exista fisicamente, para que um hacker roube um bitcoin, seria preciso invadir todos os computadores da rede e ao mesmo tempo.

Como comprar e investir em Bitcoin?

Como todo o investimento, você precisa ter cautela e planejamento. No caso do Bitcoin, você tem controle total sobre sua transação e, dependendo do caso, pode ganhar e perder na mesma intensidade.

Um Bitcoin inteiro costuma ser caro, por isso, é possível comprá-lo em pequenas frações com até 8 casas decimais, que são opções mais acessíveis e que podem gerar grandes retornos.

Você pode comprar fundos de criptomoedas, em que corretoras e plataformas de investimentos podem demandar aplicações de valores mais baixos. Essa é uma boa alternativa para quem está se sentindo inseguro em fazer transações sozinho.

As corretoras de criptomoedas também podem ser uma opção mais simples. Chamadas de exchanges, as corretoras possuem sistemas de proteção com senhas e tokens que garantem ainda mais segurança para os seus dados.

Caso opte pela exchanges, o cadastro é feito de forma simples e seguem alguns passos. Por exemplo:

  • Realize seu cadastro em alguma corretora confiável;
  • Entre no sistema, confira seus dados e transfira o valor do investimento;
  • Na própria plataforma, compre seu Bitcoin; e
  • Encontre alguma carteira virtual para armazenar seus Bitcoins.

É possível que as exchanges solicitem alguns outros documentos para validar o seu cadastro, mas o processo é online e não costuma possuir burocracias.

A realização de todas as transações de compra e venda é feita pela internet. Por isso, é ideal encontrar uma carteira digital para armazenar da melhor forma seus Bitcoins. Atualmente, estão disponíveis dois tipos:

  • Carteira quente: o usuário pode acessar seus Bitcoins de qualquer lugar com internet nessa forma de armazenamento. Com ela você possui um fácil acesso à sua carteira, por isso, é o modelo mas recomendado;
  • Carteira fria: nesse caso, para ter acesso a sua carteira, o usuário terá que baixar o blockchain da moeda, necessitando de muitos gigabytes.

Como proteger meus Bitcoins?

Mesmo sendo um processo de investimento seguro, você precisa ficar atento com a proteção de seus Bitcoins. Veja algumas dicas:

  • Não guarde uma grande quantia de Bitcoins em sua carteira digital, procure outras formas para se proteger;
  • Mantenha seu software atualizado para manter sua carteira mais segura;
  • Quer guardar seus Bitcoins em uma poupança? Escolha o armazenamento frio que não está ligado a internet;
  • Faça o backup das sua carteira, mantenha em um lugar seguro e utilize mais de um lugar para armazenar essas informações;
  • Mantenha seus dispositivos encriptados, criptografando seu smartphone ou computador.

Seguindo essas recomendações, você garante a segurança dos seus dados e dos Bitcoins, evitando problemas mais sérios.

Aprender como investir em Bitcoin é um caminho longo e que pode trazer bons frutos aos seus investimentos já que a criptomoeda está sendo cada vez mais valorizada. Para não cair em golpes, se informe bastante e procure uma corretora que possa te auxiliar nesse começo, assim, você pode aproveitar ainda mais seus Bitcoins

Ficou com dúvida em algum assunto deste artigo? Deixe seu comentário!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.

Marcações: