Início » Gestão Financeira » Orçamento pessoal: dicas de como controlar o seu!

Orçamento pessoal: dicas de como controlar o seu!

mulher frente a um notebook organizando o orçamento pessoal

Ao pensar em controlar gastos e ganhos, automaticamente vem a ideia de burocracia e complicação, mas graças ao orçamento pessoal muitos sonhos estão saindo do papel. Planejar e organizar as finanças nunca foi tão fácil, por isso, vamos te dar algumas dicas de como você pode controlar seu orçamento pessoal!

O que é orçamento pessoal?

O orçamento pessoal é um planejamento mais amplo das suas finanças, relacionando seus futuros gastos e receitas para organizar sua vida financeira da melhor forma possível. Ao administrar detalhadamente suas despesas, você garante um maior conforto e estabilidade para o seu dinheiro.

Nesse orçamento, você registra muito mais que o saldo disponível no banco, mas sim todas as receitas, despesas, rentabilidade dos investimentos e tudo o que cerca sua vida financeira. 

Vamos supor que você queira comprar um carro, mas não sabe se o modelo que está querendo cabe no seu bolso. A melhor coisa a se fazer é consultar seu orçamento pessoal, acompanhar como está a sua situação, se está com suas dívidas quitadas, se possui muitas despesas e, então, analisar se realmente precisa comprar um carro.

O resultado dessa pequena observação pode te trazer mais algumas respostas, por exemplo, que talvez seria interessante encontrar uma forma de conseguir uma renda extra ou diminuir alguns gastos. O orçamento pessoal não veio para que você desista dos seus planos, mas para te mostrar qual o melhor caminho para alcançá-los

Quais as maiores vantagens em um orçamento pessoal?

Independente de sua situação financeira atual, o orçamento pessoal é muito vantajoso, pois te dá um controle quase que absoluto de seus gastos. Vamos listar aqui alguns benefícios presentes nesse planejamento. Confira:

Estabelecer prazos

Com tudo no papel, fica mais fácil identificar e prever qual pode ser o seu futuro. Você consegue identificar oportunidades e ameaças, se preparar e manter a calma caso algo ruim aconteça.

Realizar um grande sonho

Sabe aquela viagem que você tanto queria, mas não sabe quando vai realizar? Com o orçamento pessoal você consegue prever em quanto tempo e qual o valor ideal para poupar e concretizar esse desejo. A chave do orçamento pessoal é que, quanto mais você consegue poupar, mais rápido você consegue realizar os seus sonhos.

Menos preocupação

Ao planejar suas despesas, você não se preocupa com imprevistos, pois sabe que está preparado para o que vier. Além disso, ao estabelecer os prazos, as incertezas financeiras tendem a diminuir e a sua vida no geral também melhora

Como controlar meu orçamento?

Para fazer o controle de seus gastos de forma simples e descomplicada, saiba que existem alguns métodos eficazes para te ajudar. Essas regrinhas são maneiras de distribuição de suas despesas, ou seja, cada número corresponde a uma porcentagem e vamos te mostrar alguns deles.

Método 50 15 35

Nesse método a distribuição funciona dessa forma:

  • 50% da renda total vai para os gastos essenciais;
  • 15% para alguma prioridade financeira;
  • 35% para hobbies e lazer.

Método 60 10 10 20

A divisão de valores é feita da seguinte forma:

  • 60% para despesas essenciais;
  • 10% para os objetivos de curto ou médio prazo;
  • 10% para os objetivos a longo prazo (nesse caso, é recomendado guardar em alguma instituição financeira ou até investir);
  • 20%  hobbies e lazer.

Método 50 30 20

Com o método 50 30 20, as porcentagens tem as seguintes finalidades:

  • 50% para gastos essenciais;
  • 30% para gastos variáveis, como hobbies e lazer;
  • 20% para economizar ou investir.

Nesses métodos, se você não tiver nenhuma dívida para quitar, é interessante guardar esse dinheiro e começar a economizá-lo. Com esse valor, também é possível iniciar uma carteira de investimentos e fazer o seu dinheiro trabalhar para você.

Não se esqueça de se manter às porcentagens definidas para cada finalidade e fique atento àquelas destinadas a hobby e lazer, pois elas podem se tornar uma grande dor de cabeça. Nesses casos, você fica mais suscetível a realizar compras parceladas ou por impulso, o que pode balancear negativamente seu orçamento pessoal.

Lembre-se que, caso alguma dessas técnicas não se encaixar no seu orçamento, adeque-a de maneira consciente e se mantenha firme no seu propósito.

Como começar o meu orçamento pessoal?

Para te auxiliar nesse processo, separamos algumas dicas para direcionar a sua organização:

Planeje tudo

A técnica mais eficaz de conseguir organizar seu orçamento pessoal é planejar. O planejamento deve ser o norteador de suas escolhas e preferências financeiras, por isso, no momento que estiver realizando seus planos, pense em:

  • Tenho dívidas? Se sim, quais?
  • Qual o melhor método para controlar meus gastos?
  • Como posso melhorar minha relação com o dinheiro?
  • Possuo alguma segurança financeira caso ocorra alguma situação inesperada?

Crie uma rotina

Outra dica importante é criar uma rotina para anotar seus gastos. Saiba como e onde eles serão registrados para que você possa ter acesso a essas informações de qualquer lugar. Além das planilhas, os apps de controle de gastos são ótimas ferramentas para te ajudar, mas o bom e velho caderno pode ser uma boa escolha.

Nessa rotina, se atente às seguintes questões:

  • Onde anotarei essas informações?
  • Qual o melhor horário para me organizar com as novas despesas?
  • Vou anotar meus gastos com que frequência? Por dia, semana ou mês?

Atualize, acompanhe e se necessário revise as informações

Essa é a etapa em que recomendamos que você faça um exame de consciência e reveja seu comportamento de compra. Analise se sua forma de evitar gastos compulsivos está trazendo bons resultados e, caso não, tente encontrar um outro método mais eficaz para sua realidade. É interessante acompanhar diariamente seu planejamento e, se nesse meio tempo surgirem novidades, atualize seu orçamento. 

Conclusão

Muitas pessoas estão saindo do vermelho, pois decidiram aderir às técnicas e métodos eficazes presentes na organização do orçamento pessoal. São etapas importantes que você deve estar disposto e atento porque pode ser que seja necessário realizar alguns sacrifícios.

Conseguir cultivar o hábito de anotar seus gastos é um item favorável para manter suas informações sempre atualizadas e, aos poucos, estar cada vez mais perto dos seus sonhos. E, mesmo que venha um desespero, não desista de cumprir seus planos, já que todos os planejamentos elaborados exigem muita paciência.

Veja a sua realidade e não se compare. Afinal, tudo bem se alguns métodos não se encaixarem em sua administração. Foque na sua rotina e para onde você quer ir ao organizar suas finanças.

Gostou das dicas sobre como organizar seu orçamento pessoal? Se ainda restou alguma dúvida, deixe nos comentários!

nv-author-image

Rebeca Müller

Rebeca Müller é formada em Economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e especializada em Finanças pelo Instituto Coppead de Administração da UFRJ. Depois de 11 anos atuando diretamente com Planejamento Financeiro e Orçamentário em empresas privadas e órgãos públicos, Rebeca descobriu uma nova vocação: comunicação. Hoje, ela escreve para a Zelas Finanças, e seu conteúdo conta com a rica bagagem que acumulou ao longo de sua trajetória no mercado financeiro.

Marcações: