TED: o que é e como funciona?

O que é uma TED

Você sabe como funciona o TED?

O mundo bancário é cheio de complexidades que nem sempre conseguimos entender. 

Hoje, existem algumas modalidades de transferência bancária, TEF, TED e DOC. O primeiro é feito entre contas do mesmo banco. Já os dois últimos são utilizados para transferências entre bancos diferentes. 

Agora, qual a diferença entre DOC e TED? O TED é pago? Quanto tempo demora para o dinheiro cair na conta após a transferência? Pensando em responder a todas essas perguntas, escrevemos esse guia completo sobre o TED. Leia agora! 

O que é e para que serve o TED?

TED é a sigla para Transferência Eletrônica Disponível, sendo, portanto, uma modalidade de transferência do dinheiro. 

Para transferir uma determinada quantia, não é necessário fazer saques ou emitir e pagar boletos. A operação é automática, de modo que o valor de uma conta cai em outra sem a intermediação humana. Cada tipo de transferência leva um determinado tempo para ser concluída e pode custar uma taxa.   

É o Banco Central que determina as normas para a realização de transferências. No caso do TED, trata-se de uma modalidade feita entre contas de bancos diferentes. Ou seja, se você tem conta no Itaú e o destinatário da sua transferência possui conta no Santander, você precisa fazer um TED (ou um DOC). No caso de contas do mesmo banco, basta fazer uma TEF (Transferência Eletrônica Financeira), que cai no mesmo dia, sem cobrança de taxa.  

Como funciona a TED?

Até 2016, o Banco Central estipulava que o TED deveria ter valor mínimo de R$ 500. Desde então, no entanto, não existe um valor mínimo para ser transferido por meio do TED. Também não existe um valor máximo para realizar esse tipo de transferência. 

Para realizar um TED é fácil. Você só precisa do:

  • Valor para transferência;
  • CPF de quem receberá o dinheiro;
  • Nome completo do destinatário;
  • Código do banco destinatário (cada instituição financeira tem um determinado pelo Banco Central);
  • Número da conta de destino do dinheiro;
  • Tipo de conta (corrente ou poupança);
  • Número da agência bancária em que o destinatário tem conta.

Depois, é só incluir os dados nos campos correspondentes, incluir a sua senha digital e aprovar a transferência.  

Para achar o código do banco também é fácil, mas é preciso cuidado, porque existem bancos com mais de um registro. Para ter certeza sobre esse número, acesse o site da Febraban (Federação Brasileira de Bancos). 

E se o TED der errado?

Se o seu TED der errado, você não precisa se preocupar. Afinal, o seu destinatário pode ter passado algum número errado para você ou, na hora de incluir os dados no site ou app do banco, você pode ter pulado algum número. Não tem problema. 

Nesses casos, o dinheiro da transferência volta para a sua conta e você pode fazer o processo de forma correta agora. 

De qualquer forma, confira mais de uma vez todos os dados que você incluiu para evitar ao máximo cometer falhas. 

É possível cancelar o TED?

Como qualquer transferência bancária, você pode agendar o TED para algum dia útil. Se você se arrepender, consegue reverter a situação. 

Agora, se você já fez o TED, o cancelamento está submetido a algumas circunstâncias.

Primeiro, o TED é automaticamente cancelado se o sistema identificar erro em algum dos dados incluídos para a transferência. O valor cai na sua conta no mesmo dia. 

Agora, você pode se arrependeu da transferência ou transferir um valor diferente do que deveria. Em casos como esse, é preciso conversar com quem recebeu o valor transferido e pedir o dinheiro de volta. 

Qual é a diferença entre DOC e TED?

Assim como o TED, o DOC é uma modalidade para fazer a transferência do dinheiro entre bancos diferentes.

Na hora de transferir um determinado valor o usuário precisa escolher entre uma ou outra. Essa operação pode ser feita tanto pelo site dos bancos, Internet Banking, pelos apps ou pelo caixa mesmo. Mas qual a diferença entre eles? 

Primeiro, no caso do TED, a transferência precisa ser feita até às 17h para que o dinheiro caia no mesmo dia na conta do destinatário. Essa modalidade também permite transferir valores maiores que R$ 5000. 

Já no caso do DOC, a conta de destino só recebe o valor transferido no dia seguinte e o valor máximo que pode ser transferido é de R$ 4999,99. Se você transferir o dinheiro por meio do DOC após às 22h, ele pode levar mais tempo para cair na outra conta. Como no TED, o DOC não estabelece um valor mínimo para ser transferido. 

Tanto uma modalidade como a outra podem acabar cobrando taxas para serem concluídas, mas como o DOC leva um pouco mais de tempo para ser realizado, você consegue encontrar taxas mais baratas em alguns bancos. 

Assim como o TED, para realizar um DOC é preciso do:

  • Valor para transferência;
  • CPF de quem receberá o dinheiro;
  • Nome completo do destinatário;
  • Código do banco destinatário (cada instituição financeira tem um determinado pelo Banco Central);
  • Número da conta de destino do dinheiro;
  • Tipo de conta (corrente ou poupança);
  • Número da agência bancária em que o destinatário tem conta.

Já no TEF, feito entre contas do mesmo banco, o dinheiro cai no mesmo dia e não é preciso informar o CPF ou CNPJ do destinatário. 

Além disso, no caso de cancelamento, como vimos, o valor do TED é depositado no mesmo dia na sua conta. Já no caso de cancelamento do DOC, o valor pode demorar até 2 dias úteis para ser depositado na sua conta. 

Agora, como escolher quando usar o TED e quando usar o DOC? É o que vamos ver agora!

TED OU DOC?

Escolher entre TED e DOC para realizar uma transferência vai depender do tempo que você tem e do valor que deseja transferir. 

Por exemplo, se você tem urgência de transferir o dinheiro, opte pelo TED. Já se o tempo não é prioridade e a quantia a ser transferida for inferior a R$ 4999,99, talvez o DOC seja a melhor opção, por oferecer taxas menores. Agora, para quantias maiores, é necessário fazer o TED. A não ser que você possa parcelar essa transferência em valores menores.

Perguntas frequentes

Quando surgiu o TED?

O TED foi criado em 2002 pelo Banco Central. Naquela época, o valor mínimo para ser transferido era de R$ 5 milhões. Com a popularização das modalidades de transferência online, o valor foi reduzido para R$ 500 e, hoje, não existe valor mínimo. 

Que horas cai o TED?

Transferências por TED são concluídas no mesmo dia em que você faz o processo. Se a operação for feita até às 17h, o dinheiro cai em até uma hora na conta do destinatário. Já se ela for feita depois desse momento, o valor só cai na conta no dia útil seguinte.  

Quem pode fazer o TED?

Qualquer pessoa com uma conta no banco pode fazer o TED. Mesmo que você esteja negativo, se tem recursos como cheque especial, pode realizar esse tipo de transferência.

Tem limite de valor para o TED?

Não. Essa é uma das principais diferenças para o DOC. 

O TED é pago?

Depende do banco. Tem bancos que liberam uma certa quantidade de TEDs mensais gratuitos para serem feitos. Depois que você ultrapassa esse limite, precisa pagar uma taxa. Outras instituições financeiras, por outro lado, disponibilizam um número ilimitado de TEDs gratuitos. Por fim, há bancos que cobram tarifas para qualquer TED feito. 

Então, consulte o seu banco para saber exatamente quais tarifas são cobradas. Se você preferir, pode acessar o site da Febraban e conferir quais as taxas cobradas por cada banco para esse tipo de serviço. 

Normalmente, as taxas cobradas pelo TED feito por meio da internet ou pelos apps dos bancos são mais baratas do que as transferências feitas em agências bancárias. Hoje, muitas fintechs não cobram tarifas para transferência, independentemente da instituição bancária de destino.  

TED: seu guia completo sobre o assunto!

O TED é uma modalidade muito segura e utilizada para fazer transferências bancárias. Com ele, você consegue transferir qualquer quantia em dinheiro para o banco que você desejar. Ele facilitou muito as operações bancárias, porque não há valor mínimo para ser transferido, atendendo a diferentes necessidades dos usuários. 

O que você achou do nosso conteúdo? Deixe suas dúvidas e comentários que vamos te responder rapidinho! Até a próxima!